• O Terca

  • Negócios

  • Notícias

  • Artigos

  • Ouvidoria
  • Minha Conta



Fusão Terca – Zilli e o novo momento da logística capixaba

Publicado em 31/05/2021

Não é de hoje que o Espírito Santo se destaca no cenário nacional e se consagra, cada vez mais, como um polo atrativo para grandes investimentos. O complexo portuário consolidado, a logística, as grandes empresas de renome nacional e internacional, os recentes investimentos do governo federal nos modais marítimo e ferroviário, além dos projetos de modernização da malha rodoviária capixaba estão entre os principais destaques.


É neste estado com presente consolidado e futuro promissor que o Grupo Transzilli, um dos maiores operadores logísticos do Brasil e presente em outros nove estados, investiu e se instalou através da aquisição do Terca. Desde o último mês de abril, somos Terca – Zilli Armazéns Gerais, um centro logístico e industrial aduaneiro, com mais de 500 mil metros quadrados de complexo que inclui área alfandegada, armazém geral, condomínio logístico para desenvolvimento de novos projetos e Entreposto da Zona Franca de Manaus.


Com a fusão, vem a implantação de novos e grandiosos projetos, a começar pelo centro automotivo que já está sendo construído às margens da Rodovia do Contorno (BR-101), além de uma estrutura de armazém para produtos congelados e resfriados. A previsão é de geração de aproximadamente 100 empregos diretos, além de investimentos de R$ 65 milhões para os próximos dois anos.


Os primeiros projetos visam melhorias de infraestrutura do Terca e, através deles, há expectativa de atração de novas empresas – visto que alguns clientes do Grupo Zilli, que atuam em outros estados, já demonstraram interesse em conhecer os incentivos fiscais do Espírito Santo.


O momento do setor de logística no Brasil também traz perspectivas positivas. De acordo com um levantamento exclusivo da plataforma de pesquisas SiiLA, o estoque de galpões logísticos do país cresceu em quase 215 mil metros quadrados no primeiro trimestre deste ano. O segmento vem sendo estimulado pela demanda aquecida principalmente do comércio eletrônico. 


Com mais de 300 colaboradores, o Terca movimentou nos últimos três anos mais de 20 mil contêineres, mais de 72 mil automóveis e mais de 5 mil máquinas. Dos produtos importados, as maiores operações ficam com itens como vinho, gordura vegetal, medicamentos, cosméticos, produtos químicos controlados, automóveis, máquinas, vestuário, matérias prima para as indústrias.


Há um cenário promissor e com desafios nos próximos anos e temos certeza que o Terca – Zilli Armazéns Gerais está preparado para trazer desenvolvimento para o Espírito Santo e para o Brasil.



Osvaldo Zilli, CEO do Grupo Transzilli

Sidemar Acosta, diretor-superintendente do Terca

 


Compartilhe:

 




Visualizações: 1050


Autor:


Master

Entre em contato

Logo Terca

Localização

Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.